domingo, 13 de junho de 2010

AGRADECIMENTOS:







EMERSON, FERNANDA, LUCIANE
E PARTICIPAÇÕES ESPECIAS DE ALGUNS ALUNOS




















OBRIGADO AO PROFESSOR LENADRO... PELAS AULAS DINÂMICAS E MUITO PROVEITOSAS...ADORAMOS SUA METODOLOGIA DE ENSINO E SEU ALTO GRAU DE CONHECIMENTO E AMOR PELA PROFISSÃO.

FIM!


ESPERAMOS QUE TODOS GOSTEM DO RESULTADO FINAL... FOI FEITO COM MUITO CARINHO E RESPEITO. QUE DE UM FORMA OU DE OUTRA FIQUE REGISTRADO AQUI COM IMAGENS, FOTOS E COMENTÁRIOS, QUE A ARTE É COMO FORMA DE EXPRESSÃO E TODOS DE " MÉDICO E LOUCO" TEMOS UM POUCO... ENTÃO VIAJEMOS TODOS JUNTOS PELO MUNDO DAS "ARTES". ..

































...















ALGUMAS IMAGENS INTERESSANTES P FECHAMENTO...

ÚLTIMA AULA E APRESENTAÇÃO FINAL DO BLOG


NA ÚLTIMA AULA FALAREMOS DE UM UMA AULA EXPOSTA, SERÁ "ARTISTAS FAMOSOS" FAREMOS UM BREVE COMENTÁRIO DE ALGUNS PRINCIPAIS ARTISTAS E SUAS OBRAS (SÓ UM PEQUENO COMENTÁRIO OU UMA CURIOSIDADE) PARA QUE EM UMA SALA DE AULA TÃO GRANDE COMO A NOSSA, ONDE MUITOS ALUNOS TEM POUCO CONHECIMENTO DE ARTES OU ARTISTAS FAMOSOS, TENHA ALGO P SE RECORDAR AO VER UMA IMAGEM DE MONALISA, UMA TELA DE MIRÓ, UMA GERNICA OU UM GOYA, ETC. DISTRIBUIREMOS 25 LIVROS DE ARTISTAS FAMOSOS ENTRE A SALA DE AULA, P FICAR MAIS DINÂMICO E AGUÇAR A CURIOSIDADES DE ALGUNS ALUNOS A AO MENOS FOLHEAR, PARA UMA MELHOR ASSIMILAÇÃO A APRESENTAÇÃO E AS AULAS DADAS.

quarta-feira, 9 de junho de 2010

última aula...


apresentação do restante dos grupos de artes



video

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Poesia

ALIÁS
Se eu acreditasse na poesia
Talvez um rabisco fosse uma estrada sem curvas
E talvez até houvesse um jardim sob o asfalto


Mas só creio nos aliases... aliás


Se eu mordesse a poesia
E sentisse dela o sabor dos versos mastigados
Se eu cheirasse a poesia
E alucinasse e me drogasse e me jogasse
Sem asas sem pressa sem aliases
Entre um e outro verso
Num espaço que nem há – sim –
O espaço do aliás
Aliás, se há poesia
Só há porque nela não creio
Esse nunca não crer
Esse nunca não querer


Se eu me tornasse poesia
E virasse de repente um verso
Sem reflexo sem avesso sem netos
E fosse uma poesia sem sexo
Sem nenhum aliás... aliás


Só assim a poesia há
Só assim há mim.
Sem mim sem aliás sem fim

Leandro Luz

Van Gogh

Vincent Van Gogh
A biografia, principais pinturas, importantes informações sobre sua vida, impressionismo e pós-impressionismo.

Van Gogh é considerado um dos principais representantes da pintura mundial. Nasceu na Holanda, no dia 30 de março de 1853. Teve uma irmã e um irmão chamado Theo. Com este irmão, estabeleceu uma forte relação de amizade. Através das cartas que trocou com com o irmão, os pesquisadores conseguiram resgatar muitos aspectos da vida e do trabalho do pintor.

Biografia

Começou a atuar profissionalmente ainda jovem, por volta dos 15 anos de idade. Trabalhou para um comerciante de arte da cidade de Haia. Com quase vinte anos, foi morar em Londres e depois em Paris, graças ao reconhecimento que teve. Porém, o interesse pelos assuntos religiosos acabou desviando sua atenção e resolveu estudar Teologia, na cidade de Amsterdã. Mesmo sem terminar o curso, passou a atuar como pastor na Bélgica, por apenas seis meses. Impressionado com a vida e o trabalho dos pobres mineiros da cidade, elaborou vários desenhos à lápis.

Resolveu retornar para a cidade de Haia, em 1880, e passou a dedicar um tempo maior à pintura. Após receber uma significativa influência da Escola de Haia, começou a elaborar uma série de trabalhos, utilizando técnicas de jogos de luzes. Neste período, suas telas retratavam a vida cotidiana dos camponeses e os trabalhadores na zona rural da Holanda.

O ano de 1886, foi de extrema importância em sua carreira. Foi morar em Paris, com seu irmão. Conheceu, na nova cidade, importantes pintores da época como, por exemplo, Emile Bernard, Toulouse-Lautrec, Paul Gauguin e Edgar Degas, representantes do impressionismo. Recebeu uma grande influência destes mestres do impressionismo, como podemos perceber em várias de suas telas

Dois anos após ter chegado à França, parte para a cidade de Arles, ao sul do país. Uma região rica em paisagens rurais, com um cenário bucólico. Foi neste contexto que pintou várias obras com girassóis. Em Arles, fez único quadro que conseguiu vender durante toda sua vida : A Vinha Encarnada.

Convidou Gauguin para morar com ele no sul da França. Este foi o único que aceitou sua idéia de fundar um centro artístico naquela região. No início, a relação entre os dois era tranqüila, porém com o tempo, os desentendimentos foram aumentando e, quando Gauguin retornou para Paris, Vincent entrou em depressão. Em várias ocasiões teve ataques de violência e seu comportamento ficou muito agressivo. Foi neste período que chegou a cortar sua orelha.

Seu estado psicológico chegou a refletir em suas obras. Deixou a técnica do pontilhado e passou a pintar com rápidas e pequenas pinceladas. No ano de 1889, sua doença ficou mais grave e teve que ser internado numa clínica psiquiátrica. Nesta clínica, dentro de um mosteiro, havia um belo jardim que passou a ser sua fonte de inspiração. As pinceladas foram deixadas de lado e as curvas em espiral começaram a aparecer em suas telas

No mês de maio, deixou a clínica e voltou a morar em Paris, próximo de seu irmão e do doutor Paul Gachet, que iria lhe tratar. Este doutor foi retratado num de seus trabalhos: Retrato do Doutor Gachet. Porém a situação depressiva não regrediu. No dia 27 de julho de 1890, atirou em seu próprio peito. Foi levado para um hospital, mas não resistiu, morrendo três dias depois.

Principais obras de Van Gogh :

- Os comedores de batatas (1885)
- A italiana
- A vinha encarnada
- A casa amarela (1888)
- Auto-retratos
- Retrato do Dr. Gachet
- Girassóis
- Vista de Arles com Lírios
- Noite Estrelada
- O velho moinho (1888)
- Oliveiras (1889)

Curiosidades da vida de Van Gogh:

- Durante sua vida, Vicent Van Gogh não conseguiu vender nenhuma de suas obras de arte.
- No final do ano de 1888, Van Gogh cortou a orelha direita. Alguns biógrafos da vida do artista afirmam que o ato foi uma espécie de vingança contra sua amante Virginie, depois que Van Gogh descobriu que ela estava apaixonada pelo artista Paul Gauguin. De acordo com esta versão, Van Gogh teria enviado a orelha ensanguentada, dentro de um envelope, para a amante.
Vista de Arles com Lírios